Duda Rodrigues

Mulheres no mundo do esporte

 

 

A prática de atividades esportivas se faz muito presente em nossa sociedade. Futebol, basquete e vôlei são exemplos de esportes bastante praticados no Brasil, mas até que ponto existe uma igualdade entre homens e mulheres nesse universo esportivo?

As mulheres, usando de movimentos coletivos e lutas individuais, seguem tentando conseguir direitos iguais aos dos homens e a valorização no esporte é um desses direitos, afinal é muito triste ver que em pleno século XXI nós ainda sejamos muitas vezes consideradas menos capacitadas a conseguir resultados expressivos no esporte e que, mesmo merecendo, não tenhamos muitas atletas consideradas de elite como temos homens.

O surf feminino ainda é minoria, porém tem apresentado crescimento exponencial nos últimos anos. A WSL (Liga Mundial de Surf) é uma defensora da igualdade de direitos entre os sexos e por isso sempre trabalha em prol de que isso aconteça.

A Liga apresenta embaixadoras, ou seja, mulheres que promovem eventos femininos, trazem outras mulheres ao mundo do surf etc, como a Marina Werneck ( nomeada pela WSL Latin América) que usa de sua influência no meio para empoderar outras mulheres a realizarem os seus sonhos e a seguirem o caminho do surf. “Meu propósito é empoderar meninas e inspirar mulheres através do surf”, diz Marina.

A jornalista, criadora de conteúdos digitais e surfista Bruna Bessa( @brubessa.marealta) também faz um trabalho muito bonito envolvendo esporte e mulheres. A Bruna promove viagens de surf (famosas surftrips) para elas, buscando uma interação entre várias idades, conexão entre a natureza, corpo e mente e, claro, muito surf e diversão.

Diante de todas as dificuldades enfrentadas por meninas num contexto e numa sociedade ainda tão machista, se faz muito necessário essa luta diária para que nós não sejamos mais vistas como inferiores aos homens, “as que não sabem jogar” e todos os outros adjetivos assim nos dados.

As mulheres são capazes sim de disputarem em nível altíssimo jogos, competições, praticarem lutas, arremessos, surf etc. Nós estamos ganhando nosso lugar e não pararemos até que nossa sociedade não seja mais machista e consiga ver que lugar de mulher é onde ela quiser.

Viva o esporte, viva as mulheres!

Duda Rodrigues ( @adudarodrigues_ )

 

 

Mostrar mais

Duda Rodrigues

Sou a Maria Eduarda Rodrigues, uma grande admiradora da poesia. Escrevo pequenas ficções e poemas sobre situações com as quais me identifico, principalmente questões referentes à atualidade. Bem vindos!

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Fechar
Botão Voltar ao topo
Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support
Fechar
Fechar
%d blogueiros gostam disto: