Davi Noronha

Quartos viraram lagos

Eu vacilei

E você vai pra longe

Eu te cantei

Só pra catar meus cacos

Não te avisei

Sobre a maldição do seu nome

E desaguei

Quartos viraram lagos

Opacos e pequenos

Me apago com frequência

Quando trago esses venenos

Tão amargos, me tiram a tensão

Versos perdem sentido

Me perco no que digo

Mas surtos mes deixam vivo

Vivo tão indeciso

Mas…

Ainda me arrependo

Mostrar mais

DNA

Davi Noronha é um jovem poeta e um músico iniciante. Sonhador e bastante clichê. Uma pessoa que quer viver do seu sonho, mas, ao mesmo tempo, com medo da rejeição. Buscando aprovação até mesmo nessa biografia rs. Acho que sou isso...

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Fechar
Botão Voltar ao topo
Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support
Fechar
Fechar
%d blogueiros gostam disto: