Alexandre Senna

Efeitos da Pandemia (COVID-19)

Pixabay

Os efeitos causados pelo (COVID-19), a nível mundial, de alguma maneira nos impactaram e de uma hora para outra fomos pegos de surpresa. Hoje, a máxima é lutar pela subsistência, ou seja, já estamos abastecidos de informações, para subsistir foi preciso encontrar maneiras e se adaptar ao contexto de desinfecção. Para todos foi necessário entender esse contexto de mudança e agente também foi forçado a entender e retomar a confiança. Esse momento tem sido muito desafiador, totalmente atípico, mas temos que fazer o melhor.

Mudança não é fácil para ninguém, realmente sabemos que não está sendo fácil. É um desafio! Todo mundo teve que mudar, isso é fato! Através dessas atitudes conseguiremos minimizar e conter esse vírus, identifico que é importante para nós e para as outras pessoas. Todos nós temos um objetivo, um sonho para realizar, agindo dessa forma iremos nos manter vivos. Esse não é o melhor momento para colocarmos em risco tudo que foi conquistado, devemos continuar trilhando esse caminho. A transformação se faz necessário. “Tá! Osso”, mas isso vai fazer a diferença lá no final.

Por mais difícil que a situação esteja, estamos vivendo um novo normal, o decreto é obrigatório, mas sempre é bom reforçar que a utilização de máscaras se faz necessário. Então, aglomerações nem se fala. Foi tudo liberado? Oh! Seres humanos, será mesmo importante colocarmos nossas vidas em risco? Precisamos entender principalmente qual é nosso papel na mudança de comportamento. Então, “bola pra frente”. Para vencer a Pandemia envolve o coletivismo e cooperação.

Lembrando que nós estamos vivendo um contexto que agente jamais imaginou, agora a luta é pela subsistência. A lição de casa que deixo para vocês, é multiplicar essa responsabilidade o momento é de unir forças. Precisamos cuidar um do outro.

Mostrar mais

Alexandre Senna

Alexandre Senna São Gonçalo - Rio de Janeiro - Brasil, 42 anos Textos do autor - Crônicas. Sou gonçalense, moro na Brasilândia. Atualmente atua na área de Segurança Patrimonial/Corporativa em uma empresa multinacional. Por outro lado, estou imerso nas atividades de Técnico em Meio Ambiente e Operador de Tecnologias Digitais, com fins de contribuir para um mundo melhor. Penso também em cursar a faculdade de letras pois me considero um apaixonado pela literatura, e isso contribuiria muito para os textos de internet que produzo. Em 2014, eu e um amigo criamos a Web Radio Enter Music, com a intenção de trazer entretenimento por meio das redes sociais, a fim de trocar experiências com as diversas formas de lazer via internet. Sobre o papel das rádios nas cidades e no mundo, sem sombra de dúvida foi muito enriquecedor, a internet nos possibilitou estar conectados com diversas pessoas do planeta e, assim, foi possível compartilhar nosso conhecimento com outras culturas existentes no nicho das webs. Sou muito ligado à literatura. Gosto bastante de escrever sobre o cotidiano em minhas redes sociais. Também curto bastante ler. Publicar um livro algum dia? Talvez, quem sabe! Na questão do apoio cultural, no que diz respeito aos trabalhos em tecnologia, é com um imenso prazer que faço isso, sei que estou colaborando com o desenvolvimento cultural de outras pessoas através da minha ação social e essas são pessoas que fazem a diferença. Certamente essa ajuda pode salvar vidas, ela tem o poder de modificar momentos ruins e ajudar a torná-los esperançosos. Transformar perspectivas e vontades em ações concretas contribuindo para um futuro melhor. Sobre qual literatura eu gosto? Prefiro aquela que alimenta minha mente com coisas boas. Literaturas que contenham enredos em que eu possa compartilhar com indicação de leitura e que outras pessoas também possam fazer o mesmo. Projetos em prol de São Gonçalo, posso afirmar que sim, na área que atuo. Ao longo dos anos, pude observar que tantas vidas se vão, às vezes por falta de uma simples oportunidade. Para muitos, neste país essa oportunidade só vem através de projetos sociais. O conhecimento transforma vidas, eu vivencio isso in loco. Cabe a nós mesmos contribuir um pouco para as próximas gerações.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Fechar
Botão Voltar ao topo
Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support
Fechar
Fechar
%d blogueiros gostam disto: