Alexandre Senna

DESCOBERTA DO FOGO PRÉ-HISTÓRIA

Pixabay

A partir da descoberta do fogo, a conservação dos alimentos se fundamentava. A principal mudança se concretizou quando o homem finalmente obteve o domínio do fogo, isso alterou plenamente a configuração das coisas e a maneira de viver dos homens primitivos. O fogo também era usado para espantar os predadores e aquecer o corpo quando o frio chegava. Além disso, para a iluminação através da chama, e o mais importante foi para o preparo dos alimentos que possibilitou ao homem um novo hábito que era de cozinhar e tostar as carnes dos animais. O ingresso a novos métodos de ingestão diária de proteína, que trouxe um avanço primordial para a evolução neurológica dos seus filhos e netos (descendentes), isso transformou a rotina dos hominídeos. A noite se juntavam ao redor da fogueira que os possibilitou em fazer mais uma grande descoberta, o despertar para socialização entre esses indivíduos.

A socialização foi muito adequada para o progresso da linguagem, o fogo foi a conquista mais importante do ser humano na pré-história. Daí em diante o homem começou a fazer uso de diversos recursos no seu benefício, o controle sobre o fogo foi a base para o avanço dos homens na sua existência. Por volta de dezoito mil anos atrás (antes de Cristo), o planeta sofreu incontáveis alterações climáticas e geográficas. Essas diferenças modificaram assustadoramente a forma de ser e de viver em proximidade dentre o homem e a natureza, iniciando daquele modo a idade da pedra polida o período neolítico.

Nesta nova fase da pré-história, foi possível atingir capacidade de cultivação de alimentos, e dominação dos animais (domesticação). Mais à frente foi possível aprender e aperfeiçoar as pedras dando-lhes condições para a fabricação de ferramentas mais preparadas para efetuar trabalhos mais difíceis. Então foi acesa a luz verde da inovação! Ocorreram diversas descobertas na era da pedra polida, casas, etc. Entre outros, a habilidade de fiação, com o fim da fase neolítica a fabricação de cobre e bronze estreia e torna-se mais intenso. Isto proporcionou a criação de ferramentas ainda mais resistentes e com diversas serventias (emprego), os grupos de pessoas primitivas que eram formados em concordância com a união sanguínea e modo de pensar e agir os possibilitaram a uma maior organização dando origem e forma de estado. Separando-as por classe social surgindo então a idade dos metais.

Mostrar mais

Alexandre Senna

Alexandre Senna São Gonçalo - Rio de Janeiro - Brasil, 42 anos Textos do autor - Crônicas. Sou gonçalense, moro na Brasilândia. Atualmente atua na área de Segurança Patrimonial/Corporativa em uma empresa multinacional. Por outro lado, estou imerso nas atividades de Técnico em Meio Ambiente e Operador de Tecnologias Digitais, com fins de contribuir para um mundo melhor. Penso também em cursar a faculdade de letras pois me considero um apaixonado pela literatura, e isso contribuiria muito para os textos de internet que produzo. Em 2014, eu e um amigo criamos a Web Radio Enter Music, com a intenção de trazer entretenimento por meio das redes sociais, a fim de trocar experiências com as diversas formas de lazer via internet. Sobre o papel das rádios nas cidades e no mundo, sem sombra de dúvida foi muito enriquecedor, a internet nos possibilitou estar conectados com diversas pessoas do planeta e, assim, foi possível compartilhar nosso conhecimento com outras culturas existentes no nicho das webs. Sou muito ligado à literatura. Gosto bastante de escrever sobre o cotidiano em minhas redes sociais. Também curto bastante ler. Publicar um livro algum dia? Talvez, quem sabe! Na questão do apoio cultural, no que diz respeito aos trabalhos em tecnologia, é com um imenso prazer que faço isso, sei que estou colaborando com o desenvolvimento cultural de outras pessoas através da minha ação social e essas são pessoas que fazem a diferença. Certamente essa ajuda pode salvar vidas, ela tem o poder de modificar momentos ruins e ajudar a torná-los esperançosos. Transformar perspectivas e vontades em ações concretas contribuindo para um futuro melhor. Sobre qual literatura eu gosto? Prefiro aquela que alimenta minha mente com coisas boas. Literaturas que contenham enredos em que eu possa compartilhar com indicação de leitura e que outras pessoas também possam fazer o mesmo. Projetos em prol de São Gonçalo, posso afirmar que sim, na área que atuo. Ao longo dos anos, pude observar que tantas vidas se vão, às vezes por falta de uma simples oportunidade. Para muitos, neste país essa oportunidade só vem através de projetos sociais. O conhecimento transforma vidas, eu vivencio isso in loco. Cabe a nós mesmos contribuir um pouco para as próximas gerações.

Artigos relacionados

Verifique também

Fechar
Botão Voltar ao topo
Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support
Fechar
Fechar
%d blogueiros gostam disto: