ENTREVISTAS

Entrevista: Conheça a Influenciadora literária Julia Fernanda

O Instagram virou um canal de incentivo à leitura. Isso graças a diversos influenciadores, que ao longo do tempo, se dedicam, organizando e divulgando conteúdos que têm como objetivo principal, o livro.

Uma história, uma análise, uma resenha ou uma indicação, tudo isso passa pelo olhar e pelo planejamento desses guerreiros incansáveis. Grandes autores ganharam novos olhares e, com isso, novos leitores, frutos desses grandes trabalhos.

A entrevista de hoje é com a jovem influenciadora literária, Julia Fernanda, dona da página Literatura da Ju.

Leia…

1.Apresente-se

Me chamo Julia Fernanda, tenho 18 anos. Atualmente, faço Propaganda e Marketing, e trabalho em uma startup na área da educação. Uma parte inteira de mim tenta dar valor aos livros e em como eles podem ajudar as pessoas. Sendo assim, tenho o bookstagram @literaturadaju, costumo chamar de o meu espaço, levo como um hobby, mas também como uma forma de conscientização.

2. Você desenvolve um trabalho de incentivo à leitura no Instagram. Como e quando você decidiu iniciar este projeto?

Desde sempre gostei de ler, e conversava com os meus amigos sobre as minhas leituras e queria sim também conversar sobre as histórias, e afins. Mas, nada melhor do que conversar com quem faz a mesma coisa que você, com quem de fato lê e quer compartilha do mesmo gosto. Comecei passando sempre as minhas experiências no meu perfil pessoal e para os meus amigos. Logo então, nesse ano de 2020, foi dado inicio a pandemia, e foi ai que me vi realmente tendo a necessidade de levar para outras pessoas todo o meu conhecimento, experiências, autores favoritos, etc. Assim sendo, dei inicio ao @literaturadaju.

3. Conte-nos sobre seu projeto.

Dentro do meu bookstagram falo sobre o assunto principal, livros. Tudo o que eu leio, todos os meus pensamentos, e até mesmo o que eu não gostei dentro de um livro. É claro que, se pensando que você vai passar algo para outras pessoas, precisa ser a verdade, né? (risos). Então sempre fui muito sincera ao que queria levar para quem me acompanha. Posto dicas de leituras, resenhas, as vezes comento cobre casos curiosos e de seriais killers, como funcionam a sua mente, e enfim, compartilho o meu dia a dia nos stories.

4. Quem foi sua maior influência na área Literária?

Sinceramente, na parte de criação eu costumo me inspirar em pessoas dentro da própria rede do bookstagram. Agora na parte da escrita, dos livros, quem mais me influência e me faz ter vontade de sempre fazer mais é: Colleen Hoover, Raphael Montes, e claro, Carina Rissi.

5. Você cria algum roteiro ou planeja a criação do conteúdo de sua página? Ou as postagens vão de acordo com o que está lendo?

Planejamento nas minhas postagens são essenciais, gosto de saber o que tenho já pronto, o que posso postar, o que o meu público iria gostar… Mas eu também sou uma pessoa que as vezes deixa o feeling me levar. Não curto muito planejar detalhadamente cada postagem da semana. Depende sim do meu ritmo de leitura, se quero trazer em alguma semana mais resenhas, ou outros assuntos diversificados.

6. Como você pensa na criação de Lives ou stories? O que tem mais alcance a postagem ou o audiovisual?

Eu literalmente amo aparecer nos stories, pra mim é muito gratificante poder falar e ser escutada, faz parte de quem eu sou. Interação com a galera que vem me acompanhando é importante, cria proximidade. O que mais vejo que me dá um alcance considerável, são postagens em audiovisual. Apesar de gostar muito de escrever, também consigo me soltar muito bem diante das câmeras.

7. Se você tivesse que indicar três livros, quais seriam? Por quê?

Aí pegou pesado, hein? (risos). É difícil essa questão de indicação de livros, porque tudo depende do gênero que você gosta de ler. Então, vamos fingir que você que está lendo isso agora, gosta das mesmas coisas que eu. Leia É assim que acaba- Colleen Hoover. Essa mulher te passa muita coisa em um só livro, em cada página, em cada detalhe dentro dos personagens, você com certeza vai tirar ensinamentos das suas histórias. Uma mulher no escuro- Essa é pra quem gosta de suspenses, Thrillers, e afins. Raphael Montes não erra, ele só acerta nas suas histórias. Você deve ler ele simplesmente porque esse livro é FANTÁSTICO. O ódio que você semeia- Necessário e emocionante. Leia!

8. Quem é seu maior público? E o que sente quando alguém elogia seu trabalho?

Meu maior público mesmo são os leitores, pessoas que também tem o bookstagram como forma de fala. Eu fico muito feliz quando sou elogiada e me sinto cada vez mais motivada a criar novos conteúdos. Motivação pra mim, é uma forma de caminhar sempre.

9. Geralmente quem lê acaba escrevendo bem. Você já se aventurou como escritora? Se sim, em qual gênero? Se não, pensa em fazer isso no futuro?

Eu literalmente amo escrever, e muito em breve quero ser jornalista. E sim, tenho projetos parados de livros meus, gosto de escrever suspenses e romances, quem sabe um dia saia. (risos)

10. Como você vê o hábito de leitura do brasileiro?

Infelizmente, como ruim. Falo isso simplesmente de olhar pessoas a minha volta, meus amigos mesmo me perguntam como eu leio tanto, e eu só digo ‘ não sei, eu gosto ‘. Mas acho que influência é tudo também, já fiz várias pessoas começarem a ler só indicando livros e falando bem deles. Ou seja, falta voz!

11. As pessoas pedem indicação de qual tipo de literatura? E os autores brasileiros, sobressaem aos estrangeiros?

Geralmente me pedem indicação de livros de suspense/thrillers, porque sabem que eu amo esses gêneros. Mas sobre autores estrangeiros, realmente venho lendo muitas obras deles. Óbvio, que eu amo encontrar obras nacionais e que me deixam surpresa com a história, precisamos dar mais valor aos nossos escritores.

12. Contatos e planos para o futuro.

Deixo aqui meu contato a você, caso queira conversar sobre livros, e qualquer outras coisas. E-mail: juliafernandes859@hotmail.com. Meu bookstagram: @literaturadaju E no futuro, eu pretendo muito seguir como jornalista, e claro, pretendo continuar com o hobby que eu tenho agora. Me vejo nesses dois caminhos facilmente. E um recado pra você, LEIA!

Mostrar mais

Renato Cardoso

Graduado em Letras pela UERJ FFP. Pós-Graduado em Educação à Distância – Uninter. Atua como professor desde 2006 na rede privada. Leciona Língua Inglesa e Literatura em diversas escolas particulares e em diversos segmentos no município de São Gonçalo. Coordenou, de 2009 a 2019, o projeto cultural Diário da Poesia, no qual também foi idealizador. Editorou o Jornal Diário da Poesia de 2015 a 2019 e o Portal Diário da Poesia em 2019. É autor e editor de diversos livros de poesias e crônicas, tendo participado de diversas antologias. Apresenta saraus itinerantes em escolas das redes pública e privada, assim como em universidades e centros culturais. Produz e apresenta o programa “Arte, Cultura & Outras Coisas” na Rádio Aliança 98,7FM. Hoje editora a Revista Entre Poetas & Poesias. Contato: professorrenatocardoso@gmail.com

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support
Fechar
Fechar
%d blogueiros gostam disto: