Marcelo Motta

PRIMEIRAS LINHAS – I

MARCELO MOTTA

 

 

                                                           

“A grandeza de um espírito
está na pluralidade e plenitude da sua sensibilidade.
Todo o vasto espírito é sempre um tanto santo e outro tanto demoníaco.
Todo o artista exagera ou dilui, aviva ou simplifica”.
Agustina Bessa-Luís.

 

      O objetivo deste livro não é o de fazer com que você, leitor, deixe de ter as concepções e crenças que já possui desde que passou a entender o mundo e a vida, como ambos se fizeram no seu discernimento.
Existem diversas formas de enxergar e interpretar tudo quando se faz ao nosso redor, pois cada situação é vista e analisada de inúmeros pontos de vistas. Deste modo, chegamos à conclusão de que existem “n” verdades absolutas, contudo, existe sim, a verdade absoluta, sobre tudo quanto permeia a nossa existência.
     Existem vários modos de analisar tudo quanto nos cerca, aqui trago até vocês, tão somente a forma como entendo a natureza maior que todos possuímos – a alma.
     Trata-se tão somente da minha opinião e nada mais, pelo menos até o presente momento, pois penso que este possa se modificar com novos fatos que venham a se somar a minha vida. Sempre estive aberto a uma nova maneira de ser e de agir e, principalmente, de pensar. É privilégio de quem sonha poder sonhar novos sonhos.
     Acredito que outras experiências possam me fazer ver tudo quanto lhes ofereço aqui, sob um novo pensar, mas para que isso aconteça devo passar pelas mesmas e não imaginar que as tenha vivido e transmitir, com isso, uma opinião distorcida e falha, uma análise falsa e incompleta.
      O que se segue nas próximas linhas é tão somente a forma com que entendo e vejo o assunto que abordo e não quero e nem pretendo modificar o seu pensar, apenas desejo que o modo que enxergo este determinado assunto, se agregue ao seu e o torne mais amplo e lhe propicie um entendimento, até aqui, imperceptível, sem mesmo que este lhe seja imposto ou se faça ainda inquestionável, pois não é esta a minha intenção.                                                                                                                                                           Agir desta forma e desejar isto seria no mínimo uma atitude hipócrita e leviana da minha pessoa para com a sua, caro leitor, portanto, acalme-se, pois não é e nunca foi este meu intento.
       Junto com o meu pensar, endossei fatos e acontecimentos, os quais aconteceram no amplo leque de anos da HUMANIDADE, desde tempos idos e remotos, como a era do sofisma dos grandes sábios gregos, bem como outros fatos históricos. Os quais podem ser comprovados, por quem assim desejar.
      Assim, acrescentem a estes, a opinião que extraírem desta humilde obra e perceberão que não fui de todo imprudente ou mesmo fantasista…

      Sei que a proposta que faço será motivo de críticas, pois ao longo dos séculos, sempre foi e não será desta vez que deixará de ser. Grandes nomes da história da Humanidade, tais como Sócrates e Descartes e tantos outros já incorreram no mesmo tema e foram igualmente sodomizados. Então, por que deveria acreditar que o mesmo não ocorrerá comigo?                                                                                                         Deixo aqui, neste caminho de palavras, um ínfimo legado deste meu modo de pensar. Espero que possa utilizar a lupa do seu ser, e dessa forma, vislumbrar o mundo, mais amplamente ou sob um novo modo de ser…  E que brilhe a luz, muitas vezes quase se apagando no fim desta e de tantas outras páginas…  

     Alguns de vocês simpatizar-se-ão com o que se  segue, já outros vislumbrarão nas mesmas linhas, uma afronta ao pensar coletivo. Então, que venham as críticas e que venham os elogios, estou pronto para ambos.

     “Todo Mundo quer ir para o céu, mas ninguém quer morrer”.
EVANDRO MESQUITA.

(CONTINUA)…

Extraído do Livro A SEMENTE DO EXISTIR (Capitulo 01)
da autoria de Marcelo Motta.
Protocolo do Requerimento Nº 2018RJ__380 (459 folhas/Páginas).
Dados do requerente: Marcelo Jorge Pires Motta (Autor).
Esta obra foi devidamente registrada pela autoridade competente.
Portador da matricula SIAPE: 2062005 na data de 09 de maio de 2018.(

OBS: Estou procurando uma Editora
que possa me oferecer o contrato padrão de dez por cento de capa,
para a realização deste e de outros livros da minha autoria.

.

 

Mostrar mais

Artigos relacionados

Verifique também

Fechar
Botão Voltar ao topo
Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support
Fechar
Fechar
%d blogueiros gostam disto: